CAS condena Atlético-MG a pagar R$ 4,5 milhões ao Rentistas, do Uruguai, por compra de David Terans

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) condenou o Atlético-MG nesta segunda-feira (5) a pagar US$ 828 mil (R$ 4,5 milhões na cotação atual) ao Rentistas, do Uruguai, por conta da dívida na negociação envolvendo o meia-atacante David Terans. De acordo com a TYC Sports, o Galo tem até 45 dias para pagar a quantia, caso contrário sofrerá transferban, medida que impede o clube de registrar novos jogadores, pelas próximas três janelas de transferências.

Em agosto do ano passado, o Atlético-MG foi condenado pela Fifa a pagar o valor ao clube uruguaio, mas decidiu recorrer da decisão na instância máxima da justiça desportiva.

David Terans foi contratado pelo Galo em junho de 2018. No acordo com o Rentistas, o Galo se comprometeu a pagar US$ 1,6 milhão (R$ 6,03 milhões na cotação atual) por 70% dos direitos econômicos do então vice-artilheiro do Campeonato Uruguaio.

O caso acabou parando na Fifa. Em outubro de 2019, os uruguaios acionaram a entidade máxima do futebol para cobrar do Atlético-MG valores atrasados da terceira parcela, que estava prevista para ser paga em junho daquele ano. O clube brasileiro havia pagado apenas US$ 60 mil dos US$ 250 mil previstos.

Com a camisa do Atlético-MG, Terans disputou 33 partidas e marcou dois gols. Não aproveitado, atualmente está emprestado ao Peñarol, do Uruguai.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Nossa seleção de especialistas prepara você para o mercado de trabalho: pós-graduação CERS/Lei em Campo de Direito Desportivo. Inscreva-se!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.