Em operação conjunta com governo do Catar, Fifa retira 100 pessoas do Afeganistão

Em comunicado nesta sexta-feira (15), a Fifa informou que, em operação conjunta com o governo do Catar, retirou quase 100 pessoas, entre atletas e suas famílias, do Afeganistão, país que está sob comando do grupo fundamentalista Talibã desde 15 de agosto.

“As lideranças da Fifa vêm coordenando a evacuação com o governo qatari desde agosto e continuarão a trabalhar para evacuar de forma segura outros membros da família do esporte no futuro”, diz parte do comunicado.

A entidade máxima do futebol disse que o grupo de atletas, que inclui jogadores e jogadoras, estava sob alto risco no país.

Essa não é a primeira medida do esporte sob atletas do país. Na última segunda-feira (11), a Union Cycliste Internationale (UCI), órgão internacional do ciclismo, divulgou que evacuou 165 refugiados do Afeganistão, incluindo ciclistas mulheres, jornalistas e ativistas pelos direitos humanos.

No mês passado, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, revelou que a entidade ajudou cerca de 100 de seus membros a deixarem o Afeganistão com vistos humanitários.

Crédito imagem: Getty Images

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.