Olimpíada: atleta ugandense que estava desaparecido é encontrado pela polícia e retornará para seu país

O atleta olímpico do levantamento de peso de Uganda, Julius Ssekitoleki, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (16) após entrar no Japão para participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio, foi encontrado nessa terça em Yokkaichi, província de Mie, e terá que ser repatriado imediatamente por determinação da embaixada de seu país africano na capital japonesa.

“Qualquer assunto relacionado à evasão de responsabilidades que ele teve que cumprir no Japão e relacionadas com o seu desaparecimento do campo de treinamento será administrado adequadamente após seu retorno a Uganda”, informou, em um comunicado, a embaixada do país africano.

A polícia acredita que Ssekitoleki pegou um trem-bala da cidade de Izumisano, onde estava hospedado, e foi até Nagoya, cidade que abriga a maior colônia ugandense no Japão.

Fontes disseram que o atleta, de apenas 20 anos, deixou um bilhete em seu quarto de hotel dizendo:

“Não vou voltar para Uganda porque a vida é difícil lá. Eu quero trabalhar no Japão. Por favor, mande a bagagem do meu quarto para minha família”.

De acordo com os protocolos pelo Comitê Organizador de Tóquio-2020, os atletas que permanecerem no Japão para os Jogos Olímpicos estão proibidos de viajar, exceto para transporte entre suas instalações de acomodação e os locais de competição, em princípio.

Crédito imagem: Reprodução

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Nossa seleção de especialistas prepara você para o mercado de trabalho: pós-graduação CERS/Lei em Campo de Direito Desportivo. Inscreva-se!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.