Presidente da Fifa diz que Copa do Mundo a cada dois anos pode evitar morte de africanos que participam de processo migratório

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, voltou a causar polêmica nesta quarta-feira (26) ao voltar a defender a Copa do Mundo a cada dois anos. Segundo o suíço, as mudanças no calendário do futebol podem impedir que os migrantes africanos embarquem em travessias de risco no Mar Mediterrâneo.

A fala do mandatário da entidade máxima do futebol foi feita no Conselho da Europa em Estrasburgo. Infantino declarou que o futebol “está sendo dominado por poucos que possuem tudo” e ressaltou a necessidade do esporte ser mais global e inclusivo.

“A questão não é se queremos uma Copa do Mundo a cada dois anos, mas o que queremos fazer pelo futuro. Precisamos dar esperança aos africanos para que eles não precisem atravessar o Mediterrâneo para encontrar, talvez, uma vida melhor, mas mais provavelmente a morte no mar. Precisamos dar oportunidades e dignidade, não fazendo caridade, mas permitindo que o resto do mundo participe”, disse.

O plano da Fifa de realizar a Copa do Mundo de forma bienal é polêmica e está sofrendo bastante resistência. De acordo com a entidade, a disputa da competição a cada dois anos criaria uma receita bilionária, que seria distribuída para o crescimento do futebol em países onde ainda é pouco desenvolvido.

Sobre a relação da Copa do Mundo de 2022, no Catar, Infantino disse que o evento possibilitou melhorar o respeito aos direitos humanos dos trabalhadores do país.

“As situações não mudam da noite para o dia, basta pensar em quanto tempo passou para a Europa dar alguns passos à frente, mas devemos reconhecer que no Catar houve mudanças e avanços, mesmo que seja verdade que ainda há muito a ser feito”, declarou.

Apesar da fala do mandatário, as condições dos trabalhadores estrangeiros no país incomodam diversos jogadores, além da Anistia Internacional (AI, em inglês) que enviou um pedido à Fifa para pressionar o Catar sobre o tema.

Crédito imagem: Fifa

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Nossa seleção de especialistas prepara você para o mercado de trabalho: pós-graduação CERS/Lei em Campo de Direito Desportivo. Inscreva-se!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.