RBR suspende piloto estoniano que fez comentários racistas e homofóbicos nas redes sociais

A Red Bull Racing (RBR) informou nesta terça-feira (21) que suspendeu o piloto Jüri Vips pelos comentários racistas e homofóbicos feitos durante uma transmissão nas redes sociais. A equipe comunicou que abriu uma investigação para apurar o caso.

“A RBR suspendeu o piloto júnior Juri Vips de todas as funções da equipe com efeito imediato, aguardando uma investigação completa do acidente. Como organização, condenamos qualquer tipo de abuso e temos uma política de tolerância zero a linguagem ou comportamento racista dentro de nossas organizações”, diz o comunicado da RBR.

O estoniano, de 21 anos, compete atualmente pela equipe Hitech na Fórmula 2 e é piloto da academia de jovens da RBR.

Durante uma transmissão na Twitch, uma plataforma de streaming, Vips pronunciou uma expressão que é utilizada para se referir de forma ofensivas aos negros. Além disso, o piloto também disse que “rosa é uma cor de gay”.

Após o anúncio de sua suspensão, Vips usou suas redes sociais para se desculpar pelo caso.

“Eu desejo, sem restrições, pedir desculpa pela linguagem ofensiva utilizada durante uma transmissão hoje. Esta linguagem é inaceitável não traduz os valores e princípios que eu carrego. Arrependo-me profundamente das minhas ações e não é o exemplo que quero deixar. Vou cooperar com a investigação”, escreveu o piloto.

Vips é considerado uma das grandes promessas de formação da RBR. Ele foi contratado pela equipe em 2018 após um início promissor no kart.

Crédito imagem: Reprodução

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.