Brittney Griner, jogadora da WNBA, é sentenciada a nove anos de prisão na Rússia por tráfico de drogas

Nesta quinta-feira (4), o tribunal russo condenou Brittney Griner, jogadora da WNBA (basquete feminino dos Estados Unidos) por tráfico de drogas com intenção criminosa. A atleta foi sentenciada a nove anos de prisão, além de uma multa de 1 milhão de rublos (R$ 86 mil). A informação foi divulgada pelo ‘ge’.

A promotoria russa havia pedido sentença de nove anos e meio de prisão para a atleta. Segundo do juiz, Griner terá de cumprir a pena em uma colônia penal da Rússia.

No julgamento, Griner, que defende o UMMC Ekaterinburg desde 2014 durante os intervalos da WNBA, disse que não tinha intenção de traficar drogas para a Rússia e que a maconha medicinal seria para tratar suas lesões crônicas.

“Eu cometi um erro honesto. E espero que, pelas suas leis, não acabe com minha vida aqui”, desabafou Griner.

Tão pouco saiu o veredito final, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou uma declaração. Ele classificou o resultado como “inaceitável”.

A defesa de Griner vai recorrer do veredito.

Entenda o caso

Em 5 de março de 2022, o Departamento Federal de Alfândega da Rússia informou que deteve, em fevereiro, uma atleta dos Estados Unidos no aeroporto de Sheremetyevo, próximo de Moscou.

De acordo com as autoridades, a mulher estava carregando um derivado de maconha em forma líquida, autorizado em praticamente todo o território dos EUA, mas proibido em solo russo. A atleta era Brittney Griner, uma das estrelas da WNBA.

Desde então Griner está detida enquanto um processo criminal foi aberto por transporte de drogas e tráfico internacional. Para casos dessa natureza, a legislação russa prevê pena que pode chegar a dez anos de prisão.

Crédito imagem: Reuters

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.