Clubes não podem multar seus jogadores por atraso. Devem multar!

O clube Atlético Mineiro não está em uma boa fase no Campeonato Brasileiro. Após a derrota por 3 a 1 para o Internacional, o clube mineiro encerrou o primeiro turno do campeonato nacional em 9º lugar.  Mas administrativamente não tem aceitado corpo mole dos atletas.

O meia equatoriano Cazares, alguns dias depois de ter se envolvido em problemas que acabaram na polícia, foi multado pelo Galo em razão de ter chegado atrasado ao último treino da equipe antes de enfrentar o clube gaúcho. O atraso de uma hora e vinte minutos para o treino renderá ao atleta uma amarga “punição”.

Mas Cazares pode ser multado pelo clube pelo simples atraso? Sim.

Políticas internas são mecanismos que visam proteger a instituição e criar barreiras para que, em eventuais complicações com seus colaboradores, nem o grupo nem o clube sejam prejudicados. São ferramentas que orientam e punem eventual falta de disciplina.

A legislação dos atletas profissionais, Lei Pelé (Lei 9.615/98), prevê, no §4º do artigo 28, que a legislação trabalhista poderá preencher a lacuna da lei específica, ressalvadas as peculiaridades previstas na legislação dos esportistas. Ou seja, havendo lacuna na lei especial, a CLT (Consolidação das Lei do Trabalho) será aplicada.

Esse é exatamente o caso.

O artigo 444 da CLT permite que o empregador estabeleça livremente com o empregado as cláusulas do contrato de trabalho e as regras a serem seguidas, desde que não estejam em desacordo com as disposições de proteção do trabalho, os contratos coletivos e as decisões das autoridades judiciárias competentes.

Portanto, os clubes podem (devem) exercer seu poder diretivo, criar códigos internos que visem boas práticas e disciplinar as relações das pessoas com a instituição.

Todo profissional tem problema fora do trabalho, e com os jogadores não é diferente. No entanto, atos que sejam de indisciplina ou atrasos, como é o caso, não podem atrapalhar o bom andamento da instituição.  Se Cazares se atrasa uma hora e vinte e não é multado, amanhã qualquer outro atleta poderia se atrasar duas horas, e o clube não poderia fazer nada.

Vale lembrar: regras são importantes para organizar e, para quem descumprir, punir.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.