Federação alemã de futebol aprova regras que garante o direito de escolha para jogadores transgêneros

A Federação Alemã de Futebol (DFB) aprovou, nesta quinta-feira (23), um novo regulamento sobre os direitos de participação em jogos de pessoas trans, inter e não binárias. As novas regras preveem que atletas com estado civil “diverso” ou “não identificado” podem decidir se vão atuar pela equipe feminina ou masculina.  A informação foi divulgada pelo ‘ge’.

As novas regras, que entrarão em vigor já na próxima temporada, foram incorporadas ao regulamento de jogo da federação. O novo regulamento, inserido nas categorias de base, futebol amador e futsal, será válido para ligas regionais e estaduais.

Antes disso, a definição sobre qual modalidade a pessoa seria encaixada era feita através do gênero apresentado em documentos pessoais, masculino ou feminino. Na Alemanha, o registro civil como “diverso” passou a ser possível a partir de 2018.

“O futebol representa diversidade, e a DFB está comprometida com isso. Ao regular as leis do jogo, estamos criando importantes pré-requisitos para que jogadores com diferentes identidades de gênero possam jogar”, disse Thomas Hitzsperger, embaixador da DFB.

A DFB defende que todas as pessoas possam participar do esporte, e ressalta que “a transmissão de valores através do futebol, como a promoção da diversidade e a prevenção da discriminação, é algo ancorado no estatuto e propósito da entidade”.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.