Futebol feminino no Brasil, ganhando mesmo na derrota

De fato, quem não se deu conta de que o futebol feminino está bem próximo de ocupar o espaço que merece, de duas uma: ou não entende do negócio futebol ou não quer acreditar nisso.

O último fim de semana foi mais uma prova de que o futebol feminino é uma realidade de qualidade técnica, comercial e ainda com muito espaço para crescer. Com jogo da seleção brasileira contra a seleção da China, com transmissão ao vivo pela tevê Globo, a principal do país, fez com que caísse por terra toda e qualquer argumentação de que o futebol praticado pelas mulheres só teve a visibilidade do meio do ano porque se tratava de copa do mundo.

No mesmo fim de semana vimos, em Londres, o estádio de Wembley, com capacidade de 90 mil pessoas, completamente lotado para assistir às seleções femininas da Inglaterra e da Alemanha disputarem a partida.

O The Best, maior prêmio de futebol do mundo, que é organizado pela FIFA, que aconteceu em setembro deste ano, no famoso teatro Scala, na cidade italiana de Milão, aconteceu a premiação mais importante da modalidade trouxe aos espectadores o que todos já imaginavam. Não falo do prêmio de melhor do mundo ao argentino Lionel Messi ou de que o Allison Becker (brasileiro que defende o Liverpool) seria o melhor goleiro, falo delas, que estão com tudo.

Com a FIFA criando novos prêmios para reconhecer as melhores do mundo, por meio de uma seleção de atletas e de melhor goleira, o futebol feminino tem, sim, o seu espaço garantido, e só não vê ou não explora (comercialmente) quem não quer.

O futebol feminino precisa de exigências legais para que as equipes sigam criando e incentivando a modalidade, não apenas no Brasil, mas também na América do Sul; entretanto, o imenso mercado que se abriu está fazendo com que algumas equipes já tenham se dado conta de que se trata de uma caminho sem volta. Cada vez mais fica claro que o “custo” de ter uma equipe de futebol feminino na verdade sempre foi Investimento.

Mesmo com a derrota, nos pênaltis, da seleção do Brasil no jogo de domingo, o futebol feminino continua dando razões para continuarmos apoiando, consumindo e investindo. Ela vieram para ficar.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.