O conto de um quase-título

Nem o mais pessimista poderia ter previsto tamanho caos mundial. Da mesma forma como nem o mais pessimista torcedor do Liverpool poderia imaginar que o título da Premier League deste ano estaria sob qualquer risco. Com o Liverpool abrindo 25 pontos de vantagem sobre o segundo colocado na tabela, o Manchester City, faltando apenas 9 jogos para o fim da liga, muitos esperavam que nas próximas semanas o Liverpool já estaria comemorando o tão sonhado título de forma histórica. Isto é, não fosse o vírus.

Como na maioria das coisas desta vida (e como sempre no futebol), não há certezas absolutas. A situação atual é tão insólita, que não há uma previsão específica sobre o que acontecerá com o título da liga inglesa deste ano caso as últimas rodadas não sejam jogadas. A Premier League está suspensa até o dia 3 de abril de 2020. Porém, caso o Reino Unido fique sitiado (lockdown) por razões de saúde, este período de suspensão pode ser estendido consideravelmente. Assim, caso não seja possível a realização das últimas 9 rodadas até o dia 30 de junho (quando a temporada atual termina), as possibilidades de solução do impasse seriam (segundo a BBC):

i. Declarar a temporada nula, e recomeçá-la na próxima temporada com as mesmas equipes que começaram a atual temporada;

ii. Permitir o acesso e o rebaixamento para os clubes de acordo com suas atuais posições; ou

iii. Disputa em sistema de mata-mata.

Longe do ideal, tendo em vista a campanha sensacional do Liverpool e da batalha dos times da zona do rebaixamento, essas hipóteses são extremamente controversas. Portanto, não é mais possível dizer que o título do Liverpool é garantido tendo em vista que a anulação do campeonato ainda está em pauta.

Segundo especialistas assessorando o governo Britânico, o pico do vírus pode acontecer entre as próximas 10 e 14 semanas. O que parece mais provável, neste mundo de incertezas, é que o período de suspensão da Premier League será estendido.

O que nos resta agora é observar como serão as próximas semanas e a correlação entre tempo e progressão do número de casos confirmados do vírus. E, é claro, obedecer a orientação dos cientistas e médicos sobre como devemos nos portar nestes tempos tão difíceis.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.