O Corinthians antes e depois da Covid-19 – problemas do Timão só aumentam

Já com R$ 665 milhões em dívidas, a atual gestão do Corinthians não conseguiu, com as reduções salarias de 25% dos atletas e 70% dos demais colaboradores do clube, passar pela crise causada pela Covid. Agora, precisará se socorrer dos valores da venda de Pedrinho, uma ajuda de aproximadamente R$ 120 milhões.

O problema dessa situação é que o clube, já em uma situação bastante crítica, está antecipando esses valores que receberá do Benfica. Isso será possível graças a negociação do clube vem fazendo com instituição financeira que aceitou emprestar a juros mais atrativos.

Entretanto, não bastasse o clube pagar juros para antecipar os recursos, ele está pegando mais do que os créditos que lhe são devidos, isso porque 30% da venda do atleta ao clube português é do agente de jogador, que aceitou em só receber esse valor em 2021.

A situação do clube mais popular de São Paulo está muitíssimo complicada. Com receitas importantes de bilheteria e patrocínios sendo suspensas, ou drasticamente reduzidos, esses recursos antecipados servirão principalmente para pagar dívidas fiscais e salários atrasados.

Nessa situação, a briga política acaba ficando ainda mais tensa. Em ano de eleições, a administração que assumirá pegará o clube com mais de meio bilhão em dívidas, e sem mais essa receita para entrar.

Já deveríamos estar acostumados com administrações que pegam clubes em situações difíceis, e acabam, em seu mandato, focando apenas em negociar dívidas e pagar contas da gestão anterior, ou, gestões que herdam um clube organizado e só acabam gastando mais do que deveria. Mas a lógica tem mudado.

Na contramão do Corinthians, estamos vendo bons resultados que começaram fora de campo e estão tendo sucesso também dentro das quatro linhas, derrubando com aquele discurso de que gestão profissional e séria não ganha campeonato. Flamengo, Grêmio, Athlético PR, Ceará e Bahia, por exemplo, estão mostrando que bons resultados, dentro e fora de campo, são colhidos com muito planejamento e estratégia.

Com origem militar, estratégia é uma forma de liderar, comandar uma tropa na direção dos seus objetivos, sempre focando no resultado da operação. Com isso, planejar a estratégia é desenhar os passos a serem tomados para que o objetivo seja alcançado, para que a estratégia seja de sucesso.

Na gestão o planejamento estratégico tem o mesmo objetivo, desenhar quais são os objetivos da instituição de médio e longo prazo e, através desse planejamento, tomar atitudes certeiras para que cada passo que seja dado pela administração seja no sentido de alcançar o seu objetivo.

Os planejamentos estratégicos de um clube podem ser vários, sejam eles quitar débitos trabalhistas, fiscais, legais como também internacionalizar a marca do clube, construir um estádio, um centro de treinamento, ganhar uma competição internacional, etc.

O grande problema que vimos no futebol brasileiro é a falta de continuidade. O clube que está conseguindo se reestruturar e colocar as contas em dia, mas não está com um time muito vitorioso já começa a sofrer pressão e, provavelmente não conseguiria uma reeleição para manter a estratégia.

Ou, um que ganha jogos, encanta a torcida, mas que, internamente, sofre com corrupção, salários atrasados, dívidas crescentes, etc., pode se manter mais tempo nessa política destrutiva.

Certamente quando o problema estourar, a pressão será contraria, e o foco da instituição passará, de uma hora para a outra, em melhorar as contas e a reputação da instituição.

Definir um planejamento estratégico não é tarefa simples. Desenhar o futuro de um clube e seguir, mesmo com pressões contrarias, oposições políticas, mídia, não é para qualquer um. Mas os bons exemplos que vêm surgindo no Brasil estão se tornando inspiração para que as gestões profissionais e mais sérias, surjam cada vez mais no país do futebol.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.