O hooliganismo chega ao kickboxing

Por Elthon Costa e Rafael Ramos

No sábado, 19 de março, na Trixxo Arena, em Hasselt, Bélgica, uma revanche altamente aguardada entre Badr Hari e Arkadiusz Wrzosek terminou em decepção. O combate de kickboxing contou com a lenda marroquino-holandesa Hari que procurava vingar a derrota contra o peso pesado polonês Wrzosek na penúltima luta do evento Glory 80.

Hari teve um forte primeiro round, mas foi à lona no segundo depois de suportar uma brutal joelhada voadora. A lenda marroquina se levantou e conseguiu passar para o próximo round enquanto os fãs esperavam um final emocionante. Enquanto os lutadores estavam em seus respectivos corners recebendo instruções de seus times e se preparando para a terceira e última rodada, uma enorme briga irrompeu na multidão – alegadamente iniciada pelos hooligans do futebol polonês. Alguns torcedores começaram a correr para fora da arena. O restante do evento foi cancelado a pedido da polícia na cidade de Hasselt, conforme declaração enviada pela promoção[1]. Segue o posicionamento oficial do evento[2]:

Nos últimos 10 anos, o GLORY tem organizado com sucesso eventos seguros e de classe mundial em dezenas de cidades e países ao redor do mundo. Na preparação e durante o evento GLORY 80 na Trixxo Arena em Hasselt, Bélgica, o GLORY trabalhou com as autoridades locais e tomou todas as medidas necessárias para garantir as precauções e procedimentos de segurança no local.

Infelizmente, um grupo de indivíduos com más intenções participou do evento na noite passada. Eles exibiram comportamento inseguro durante o evento. Com absoluto respeito à segurança do público e a pedido das autoridades locais, o GLORY interrompeu o evento. Foi a primeira vez que tal incidente ocorreu em um evento do GLORY e gostaríamos de informar que, com o conhecimento de hoje, todos os participantes do evento estão seguros e ninguém foi gravemente ferido. A segurança de todos os participantes e participantes sempre foi e será sempre a maior prioridade da GLORY.

Rumores apontam para a presença de ‘ultras’ (torcedores organizados) do time de futebol Légia Varsóvia na torcida do polonês Arkadiusz Wrzosek, mas não há confirmação sobre essa possibilidade ainda.

O hooliganismo[3] é assim chamado dada a violência e irresponsabilidade com que os grupos de torcida de futebol europeus promovem as desordens por onde passam. De acordo com a perspectiva de Elias e Dunning[4],  o comportamento hooligan nos jogos de futebol e em jogos de contextos semelhantes são relativamente persistentes, profundamente característicos e enraizados na longa duração das comunidades de setores específicos de classes trabalhadoras.

Apesar da violência estar presente na sociedade em todos os seus segmentos, no esporte esse padrão de comportamento vem ganhando maior ênfase na mídia, obtendo o mesmo nível de repercussão de fatos sociais como assaltos, homicídios, entre outros. A crescente ascensão da violência no esporte torna-se um desvio capaz de envolver multidões, extrapolando o recinto da competição e influenciando negativamente os espectadores. Levantamentos procedidos em países europeus constataram que a violência no esporte, hoje muito presente dentro e fora dos locais de competição, localiza-se mais entre uma juventude frustrada predominantemente homens e operários, estimulados pela ingestão desenfreada de bebidas alcoólicas e de tóxicos[5].

Tal violência pode ocorrer dentro da própria arena, de forma totalmente contrária à regra. Em 2010, no evento de MMAStrikeforce Nashville“, houve uma briga generalizada quando Jason Miller exigiu uma revanche depois que Jake Shields defendeu seu título de peso médio. Os membros da equipe de Jake Shields prenderam Miller ao chão e o chutaram repetidamente, resultando em lesões para o lutador. Não foram apresentadas acusações criminais contra nenhum dos envolvidos. Em vez disso, a organização decidiu lidar com eles dando multas e proibindo os lutadores de atuar por algum tempo. Mesmo Mike Tyson arrancando um pedaço da orelha de Evander Holyfield resultou em apenas um ano de proibição do esporte, apesar do ato ter sido claramente premeditado, com a remoção do protetor bucal por parte de Tyson[6]. Tais atos podem estimular os torcedores a comportarem-se de maneira agressiva uns com os outros, o que pode resultar em uma briga generalizada no local do evento. O kickboxer Arkadiusz Wrzosek foi desligado da organização após o episódio do Glory 80 por ter supostamente incentivado os atos dos torcedores poloneses antes do episódio e depois do encerramento do evento.

Muitas vezes acontece de as atitudes dos fãs não estarem de acordo com as normas, ao contrário, alguns grupos têm comportamentos violentos, resultando em danos e vítimas. O hooliganismo, ou seja, o comportamento violento dos fãs, existe desde os tempos antigos. O endurecimento das regras por parte dos eventos, impondo penas mais pesadas aos atletas que incentivem tais condutas e aumentando os controles policiais para evitar esses tipos de episódios, podem combater a violência entre torcedores, sendo essencial essa atuação para evitar que o espetáculo de combate esportivo perca a sua essência, que é a de entreter o público e ressaltar os valores das artes marciais.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo


Elthon Costa é advogado trabalhista e desportivo. É Sócio-Diretor Trabalhista e Desportivo no Todde Advogados e Membro da Diretoria e Pesquisador do Grupo de Estudos e Desporto São Judas (GEDD-SJ) e da Comissão de Direito Desportivo da OAB/DF e da Comissão de Direito Desportivo da OAB/SP Subseção de Osasco. @elthoncosta

[1] AG FIGHT. Evento de kickboxing é cancelado na Bélgica após briga generalizada nas arquibancadas; organização se pronuncia. In: ESPN BR, Site, 19 mar 2022. Disponível em: https://www.espn.com.br/mma/artigo/_/id/10095002/evento-de-kickboxing-e-cancelado-na-belgica-apos-briga-generalizada-nas-arquibancadas-organizacao-se-pronuncia. Acesso em 7 jun. 2022.

[2] Glory press office. Official statement on GLORY 80. In: GLORY Kickboxing, Site, 20 mar 2022. Disponível em: https://glorykickboxing.com/news/official-statement-on-glory-80:0f61d85c-9598-42ea-a613-8451500c13dc. Acesso em 7 jun. 2022.

[3] SILVA, A. S.; PILATTI, L. A.; KOVALESKI, J. L. Norbert elias e eric dunning: estudos sociológicos acerca do desporto e do lazer. Revista Eletrônica Internacional de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura, v. 9, 2007. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/153952. Acesso em: 07 jun. 2022. p. 4

[4] ELIAS, Norbert; DUNNING, Eric. A busca da excitação. Lisboa: Memória e Sociedade, 1992. p. 387

[5] NETTO, Alfredo Euclides Dias; JÚNIOR, Constantino Ribeiro de Oliveira; BARROS, Solange Barbosa de Moraes. A violência no futebol a luz da teoria eliasiana. In: EFDEPORTES, Site, mai 2009. Disponível em: https://efdeportes.com/efd132/a-violencia-no-futebol-a-luz-da-teoria-eliasiana.htm. Acesso em 7 jun. 2022.

[6] AUSTIN, Ruaidhri. Outline and assess the legality of mixed martial arts in the UK. In: ACADEMIA EDU, Site. Disponível em: https://www.academia.edu/12323728/An_assessment_of_the_legality_of_Mixed_Martial_Arts_in_the_United_Kingdom. Acesso em 7 jun. 2022.

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.