Quem faz as regras?

Jogador substituído deve sair na linha do campo mais próxima ao local em que ele estiver; tiro de meta pode ser recebido dentro da grande área; bola que atingir o arbitro poderá ser razão para paralização do jogo, e recomeça a partida com bola ao chão; novas regras de bola na mão e mão na bola; e, claro, o tão polêmico VAR (Árbitro Assistente de Vídeo). Tudo isso entra no pacote das mais novas regras estabelecidas pela International Football Association Board (IFAB).

Hoje o Por Dentro da Lei vai falar sobre a International Board, o órgão responsável por todas as mudanças das regras do futebol, fundado em 1886 pelas associações de futebol dos quatro países do Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales) para ser o órgão que regulamentaria as regras do futebol na Grã-Bretanha. A Fédération Internationale de Football Association (FIFA), estabelecida em 1904, sempre teve as regras da IFAB como regras básicas do jogo.

A International Board, desde 1958, atua nas discussões de melhoria das regras do futebol por meio de um sistema de votações das associações de futebol dos países britânicos e da Federação Internacional de Futebol (FIFA), sendo que cada associação britânica tem um voto, e a FIFA conta com quatro representantes, totalizando oito votos nas deliberações.

Uma vez por ano, sempre no primeiro trimestre do ano, a Internacional Board se reúne para discutir eventuais mudanças nas regras do esporte, sendo que, para a aprovação de mudanças nas regras do futebol são necessários, no mínimo, seis votos. Esse número foi pensado para que mais de uma associação nacional, além da FIFA, precisasse estar de acordo com a alteração das leis do futebol.

A International Board, apesar de pouco falada, é a responsável pelas regras do esporte mais popular do mundo. É o esporte preferido na maior parte dos países da Europa, América do Sul, América Central, África e Ásia, com aproximadamente 3 bilhões de praticantes e mais de 3,5 bilhões de consumidores. É uma responsabilidade gigante para a IFAB.

As novas regras entrarão em vigor a partir de 1º de junho de 2019. A Copa América, que acontecerá no Brasil de 14 de junho a 7 de julho de 2019, já será disputada sob as novas alterações. Entretanto, o Brasileirão 2019, que terá início em 27 de abril, só terá as exigências das novas regras após a Copa América. Ou seja, começa com regras velhas e termina com regras novas. Isso mesmo.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias

Colunas

Seções

Assine nossa newsletter

Toda sexta você receberá no seu e-mail os destaques da semana e as novidades do mundo do direito esportivo.